Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Miúda com 30

27
Nov20

Bolha

Ti*

Amo quando vens e odeio quando vais.

Odeio ficar sem ti,

Bater a porta quando te vejo chamar o elevador.

Adoro a sensação,

De quando entras e tilinta o espanta espíritos, que tenho na porta de entrada,

Parece que sabe que és tu,

E o que ouço difere de todas as outras pessoas que entram...

Amo ficar em silêncio a saborear a nossa paz,

Respirar sobre o teu peito, ficar apenas de rosto colado,

Um mundo que é só nosso e o resto, é só resto...

Amo que me beijes ,hummm,

Quando me beijas é um desassossego completo,

É como cada sentido meu te devorasse.

O toque, o ouvir a respiração, o gosto, 

O teu cheiro que fica em mim por horas,

E quando abro o olho,

Vejo que estás entregue também, a nós.

Como te amei não sei, foi sem querer, 

Sem contar que aparecesses,

Sem esperar que me despertasses tamanhas controvérsias mentais,

Medos, inseguranças e afins.

Sem querer te quis, e só te quero mais e mais.

Isto foi um amor que me invadiu inesperadamente,

Me alegra e dá esperança diariamente.

Amor te chamo, quando vens e vais, 

Amor te quero, por favor não demores,

Amor te imploro, que me dês a mão,

E não a largues, nunca mais.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Exclusivo da Ti*

Gestão do blog

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos constantes neste blog são originais e constituem propriedade intelectual de quem os escreve, sendo que todas as referências a outros autores serão devidamente identificadas. Reprodução dos textos constantes neste blog, apenas mediante citação da fonte e do autor. Em caso de plágio, medidas serão tomadas, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 36/2003, de 5 de Março.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D