Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Miúda com 30

10
Mai22

A tua chegada em 18/4

Ti*

Vieste num imprevisto,

das mãos de alguém que desconheço,

mas que me está próximo,

a medo conheci-te ,

e já te amo,

tanto,

que chego a querer chorar,

sempre te ouço miar,

de cada vez que te alimento,

que me sujas de leite ou xixi,

estava tanto a precisar de ti,

e nem sonhava quanto...

 

30
Abr22

Tesão

Ti*

Penso já ter falado aqui,

que o orgasmo, para mim , tem cor azul,

penso já ter mencionado aqui , ver um céu azul imenso,

penso ter revelado que pintei paredes no espaço novo,

ora qual a cor do meu quarto,

azul, bem forte, meu povo.

 

E a fazer jus à cor e ao significado dela para mim,

têm sido mil e uma emoções as que tenho ali vivido.

 

Numa perdição de noites curtas,

num desejo que não tem fim,

em acordares de mimo,

em conversas sobre tudo e sobre mim.

 

 

 

 

 

 

26
Abr22

Voltamos a ter teeeemmpoooooo

Ti*

Ainda não acredito,

ver-te entrar pela porta,

saber que horas e horas nos esperam,

saber que voltaremos a ter tempo,

será de novo como dantes.

 

Não és meu na vida,

mas és meu amigo a valer,

que me fode com tanta vontade,

e sem ninguém saber.

 

Somos uns perdidos,

por nos mantermos neste enrolanço,

somos uns incorrigíveis,

por continuarmos a alimentar tanto,

algo que terá um fim,

que não será o mais feliz,

algo que é especial,

e desistir nenhum quis.

 

Cada suspiro vale,

cada marca,

cada beijo,

cada insulto,

cada mimo ao adormecer,

impossível de esquecer.

 

13
Abr22

Uma sessão de nós

Ti*

Convenci-te a fazer algo muito especial,

a captar por fotos o nosso envolvimento emocional,

em boa verdade foi físico tudo o que ali se retratou,

entre clics e risadas, 

até a banheira se usou.

 

Deusa te chamei,

e continuo a dize-lo,

a perfeição de mulher,

orelhas, cotovelo e tornozelo.

 

Fomos ali o que somos sempre,

amigas,

envolvidas,

em desejo ardente.

 

Estivemos tão bem,

que bom foi esse momento,

não tive vergonha,

não foi nenhum tormento.

 

Pensado já há muito,

adiado por estupidez,

uma sessão com bolinha vermelha,

diria que digna de aplausos, talvez.

 

Todo um cenário perfeito,

uma cama desarrumada,

almofadas pelo no chão,

eu em cima de ti deitada.

 

Entre beijos com e sem língua,

entre abraços e  olhares de malícia,

que bonitas ficamos retratadas,

o nosso amor é uma delícia.

 

 

 

 

 

08
Abr22

3 meses

Ti*

Estou tão feliz,
que nem tenho aparecido por cá,
são 3 meses de mimo,
sentando e dormindo no sofá. 

3 meses de sorrisos,
convívios ,
alguns medos, 
e maus vícios.

Estou preguiçosa,
muito caseira,
cozinheira, a ganhar de novo a mão,
recebendo e dando, tudo o que é meu de coração.

3 meses de ninho,
em que muitas das vezes não acredito,
no tanto que quis e consegui,
no tanto que esperei e hoje,
tenho o meu lar,
e é felicidade o que sinto.

Com vistas verdejantes,
habitações e empresas,
ninguém conheço aqui,
nem preciso sinceramente,
é bom viver assim,
estar aqui discretamente.

Fazer caminhadas,
explorar atalhos,
retomar rotinas,
sair apenas para os trabalhos.

Foi um mudar de vida,
sentindo o bom que é,
a decisão mais acertada,
tenho orgulho na minha jornada .

20
Mar22

Cansada / Desmotivada

Ti*

Fiquei presa nestas paredes,

delas não quero mais sair,

tudo faço para cá ficar,

ficar quieta e de tudo fugir.

 

O acordar que nunca tive,

é agora um tormento,

o despertador toca,

passam trinta, cinquenta, hora e meia,

pôr o pé no chão é um sofrimento..

 

O ginásio com aulas,

que amava frequentar,

hoje em dia dá-me agonia,

até de lá entrar.

 

Vou rebolar daqui a nada,

só quero fazer de comer,

tento focar no que é saudável,

mas preciso de me entreter.

 

Talvez esteja cansada,

por tanta coisa que foi acontecendo junta,

talvez apenas stressada,

com esta responsabilidade, muita.

 

Tenho o que mais queria,

um sonho realizei,

e mudou a minha vida,

para melhor ou pior é que ainda não sei.

18
Mar22

Onde estás ?!

Ti*

Acordo e o teu cheiro não está,

a tua pele que procuro a dormir,

o teu cabelo que gosto de acariciar.

 

Onde estás?

 

Porque faltam dias e horas para nos voltarmos a ver?

 

Gosto que abraces e beijes à entrada,

que após arrumar a cadeira da mesa,

me mimes , 

me olhes nos olhos,

me provoques com beijos de ternura.

 

Criamos uma dependência tal,

que não sabemos uma sem a outra viver.

16
Mar22

Um almoço

Ti*

Como duas pessoas comuns vamos juntos almoçar,

escolhemos os pratos,

guerreamos quem paga,

sentámo-nos a comer.

 

É vazio o que falamos,

mas é tão bom estar perto.

 

Pensar no que possível seria,

pensar no que não acontecerá.

Uma vida a dois,  sonhada,

já com horas e horas de sofá.

 

Entre garfadas e partilhas,

falamos de tudo um pouco,

os dois às escondidas,

sabe sempre a pouco.

13
Mar22

Ser obrigada

Ti*

 

 

Pelo meu feitio de merda,

odeio ser obrigada a fazer coisas que não quero,

comer o que não gosto,

sentir o que não é bom,

penso eu,  que todos os seres, sejam um pouco assim.

 

Porém, no meu longo percurso profissional,

aconteceram alterações grandes,

mudei de chefia, chefia da chefia e sub chefia,

ou seja tudo novo e a querer mandar como quer,

felizmente a subchefia, forma-nos e não nos desajuda.

Apenas esse se escapa.

 

Logicamente as mudanças são difíceis,

temos adaptações mútuas, 

é necessário dar o benefício da dúvida e não começar logo  ódios.

 

Bem tento, abro logo os braços, recebo bem,

mostro os cantos à casa e o sorriso,

mas hoje cerca de 4 mesinhos apenas depois, 

pimba, as garras são mostradas!

 

Sou obrigada a tirar horas,

das que dou quando é preciso,

porque assim decidem....

 

Sinto-me presa,

preciso de trabalhar,

mas gostava com bom ambiente continuar,

se é para ser obrigada,

vou estar sempre a stressar...

 

 

 

11
Mar22

Dia da Mulher

Ti*

Foi o nosso dia,

recordamos a avó, parabenizamos a mãe, 

e abençoamos as sobrinhas.

A mana e eu fizemos questão de mostrar,

amor, com palavras bonitas nos grupos.

Somos uma família unida , mesmo que distante.

Somos a essência de uma lutadora mulher que criou 9 filhos,

com o seu feitio,

com a sua mão,

com o seu suor e lágrimas.

Orgulho de ser neta, filha, sobrinha, afilhada,  irmã e tia .

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Exclusivo da Ti*

Gestão do blog

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos constantes neste blog são originais e constituem propriedade intelectual de quem os escreve, sendo que todas as referências a outros autores serão devidamente identificadas. Reprodução dos textos constantes neste blog, apenas mediante citação da fonte e do autor. Em caso de plágio, medidas serão tomadas, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 36/2003, de 5 de Março.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D